11 DICAS PARA QUEM VAI FAZER CONCURSO PÚBLICO

31 Mar 2019 04:31
Tags

Back to list of posts

<h1>Absten&ccedil;&atilde;o De At&eacute; 60% E 'paraquedistas' Deixam Concurso P&uacute;blico Menos dif&iacute;cil</h1>

<p>&Eacute; inaceit&aacute;vel que 4,oito milh&otilde;es de brasileiros desempregados tenham deixado de buscar emprego, por desalento e aus&ecirc;ncia de probabilidades no prec&aacute;rio e comprimido mercado de trabalho nacional (detalhes do IBGE). Mais cr&iacute;tico &eacute; que 23% dos desempregados do Estado s&atilde;o chefes de fam&iacute;lia na faixa entre quarenta e 59 anos.</p>

<p>Saldo de 13 anos de governos do PT: 27,seis milh&otilde;es de desempregados, subocupados ou desalentados, os que n&atilde;o procuram mais emprego. Como dizia a brit&acirc;nica Margaret Thatcher, socialistas gostam &eacute; de deixar os pobres mais pobres. A imenso falta de empregos no Pa&iacute;s &eacute; result&acirc;ncia da inexist&ecirc;ncia de empregadores, acuados por uma pesada tributa&ccedil;&atilde;o sobre a m&atilde;o de obra, que lhe chega a custar 40% a mais e que vai para a guarda do Estado. 2,1 mil (bem pequeno, na realidade, se considerarmos apenas os sal&aacute;rios das classes n&atilde;o estatais), tem encargos legais, impostos, custos operacionais que n&atilde;o juntam a produtividade.</p>

<ul>
<li>Colaborar de servi&ccedil;os gerais zoom_out_map</li>
<li>2&ordm; Fundamento: Programa&ccedil;&atilde;o &eacute; a nova obedi&ecirc;ncia b&aacute;sica da alfabetiza&ccedil;&atilde;o</li>
<li>Administra&ccedil;&atilde;o e Planejamento de Finan&ccedil;as Pessoais</li>
<li>132 Manuel In&aacute;cio de Sampaio e Pina Freire</li>
</ul>

<p>2 1 mil, &eacute; de 7,5% do sal&aacute;rio bruto, com dedu&ccedil;&otilde;es complicadas e de pouco alcance. 10 Informa&ccedil;&otilde;es Para Concurseiros De Primeira Viagem empregador &eacute; constantemente intimidado e atingido por pesad&iacute;ssimas multas se n&atilde;o atender a estas exig&ecirc;ncias, pelas quais &eacute; o &uacute;nico respons&aacute;vel. Os descontos pro sistema previdenci&aacute;rio custam ainda mais e, como &eacute; vis&iacute;vel, n&atilde;o atendem devidamente a seus fins.</p>

<p>Acredita-se que o maior desafio para o pr&oacute;ximo presidente da Rep&uacute;blica ser&aacute; a redu&ccedil;&atilde;o do perturbador &iacute;ndice de desemprego. Claro est&aacute; que a candidatura do ex-presidente Lula &agrave; Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica nunca foi para ser levada a s&eacute;rio. Claro est&aacute;, para quem conhece os petistas de longa data, que as organiza&ccedil;&otilde;es da por eles chamada “democracia burguesa” assim como n&atilde;o s&atilde;o pra serem levadas a s&eacute;rio, servindo s&oacute; como meio para chegarem ao poder e acabarem com elas. Claro est&aacute; que apresentar &agrave; Justi&ccedil;a a certid&atilde;o negativa de um sentenciado, pra poder participar de uma elei&ccedil;&atilde;o, tamb&eacute;m n&atilde;o &eacute; algo pra ser levado a s&eacute;rio, posto que se trata de uma brincadeirinha, de um esc&aacute;rnio, de um deboche.</p>

<p> Roteiro De Estudo Para Concurso ❰ De Quem Neste instante Foi Aprovado ❱ , desse jeito, n&atilde;o institucionalizar o dia 15 de agosto como o Dia do Deboche? Poli/UFRJ Inscreve Para Mestrados Profissionais modo nunca nos esqueceremos da bofetada que todo cidad&atilde;o de bem obteve no dia em que um presidi&aacute;rio solicitou &agrave; Justi&ccedil;a Eleitoral seu registro pra concorrer ao Pal&aacute;cio do Planalto. O Brasil chegou ao extremo da banaliza&ccedil;&atilde;o dos seus costumes pol&iacute;ticos com o registro da candidatura de um condenado, aprisionado, &agrave; Presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica. Ainda a respeito do pat&eacute;tico papelucho registrando a candidatura do preso (?) em Curitiba, n&atilde;o custa recordar que papel aceita cada coisa.</p>

<p>S&oacute; esperamos que a Justi&ccedil;a Eleitoral n&atilde;o se preste a esse papel! A divulga&ccedil;&atilde;o do IBGE de que nesse segundo trimestre faltou trabalho para 27,6 milh&otilde;es de brasileiros, &eacute; emblem&aacute;tica de nossa extenso decad&ecirc;ncia (17/8, B3). As causas Educa&ccedil;&atilde;o: Objetivos Fundamentais Pra Gera&ccedil;&atilde;o Do Cidad&atilde;o desta desgostoso realidade remontam h&aacute; longo tempo, agravadas &eacute; claro pelas &uacute;ltimas posturas de nossos &uacute;ltimos gestores governamentais.</p>

<p>Urge nesta hora, que os futuros eleitos ponham a dificuldade como prioridade zero de solu&ccedil;&atilde;o, pra que possamos sair desse terr&iacute;vel imbr&oacute;glio que hoje em dia engessa o desenvolvimento da na&ccedil;&atilde;o como um todo. O desemprego no Brasil est&aacute; causando s&eacute;rios dificuldades, n&atilde;o s&oacute; pra categoria trabalhadora. Sem sal&aacute;rios n&atilde;o h&aacute; como gastar e sem consumo h&aacute; o limite pela elabora&ccedil;&atilde;o.</p>

[[image http://www.iesb.br/Cms_Data/Contents/Portal/Folders/Albuns/~contents/imgs/4e66c644-a7d5-49af-9732-d393ab9d1d1b.png&quot;/&gt;

<p>Entretanto n&atilde;o oferece pra ficar esperando que os candidatos aos mais diversos cargos eletivos apresentem solu&ccedil;&otilde;es (17/8, B4). O desemprego ficou s&eacute;rio problema no povo. Uma coisa que p&otilde;e o cidad&atilde;o a margem da economia, obrigando-o a aceitar empregos informais ou procurar subempregos como os bicos pra conquistar o m&iacute;nimo sustento. Um cen&aacute;rio que torna anci&atilde;os aposentados em arrimo de fam&iacute;lia.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License